Explorando Caminhos no RD On The Road SP 2019

RD On The Road SP: 1 evento, 13 palestras de peso, 19 expositores referência do universo online, + de 2000 pessoas inscritas. Interatividade, tecnologia e muito calor humano

No dia 18 de junho de 2019 o RD on The Road SP desembarcou na capital paulista com uma infraestrutura de respeito. Nos palcos da Expo SP: Fernanda Gentil, Pollyana Bastos, Edu Costa, Jean Vidal, Renan Fernandes, Camilo Coutinho, Marcelo Hoffmann, Carol Lima, Luiz Piovesana, Rodrigo Martucci, Romeo Deon Busarello, André Siqueira, Renata Centurión, Renato Vieira, Vitor Peçanha, Mahara Schotz e Eric Santos.

No papel de mestre de cerimônias, a responsabilidade ficou a cargo de Mariana Censi. E “Sem Cerimônia” nenhuma Fernanda Gentil começou o dia arrebatando os corações mandando seu recado e fazendo sua mensagem ecoar sobre o valor do “olhar no olho”. Fazer isso repercutir em um evento desse é uma tarefa que poucas pessoas conseguem fazer, mas ela conseguiu! Quem esteve lá entendeu o contexto da razão pela qual a frase ecoou no fim da tarde, na voz de Romeo Busarello.

RD On The Road SP

Talvez consigamos deixar claro neste artigo, para quem não teve a oportunidade de estar lá, que a frase fez sentido com o que foi transmitido nas palestras, que trouxeram a importância da humanização como ferramenta de comunicação no marketing digital. Afinal, são pessoas por trás das telas!

O que se via era um show de comunicação e marketing digital. Em uma infraestrutura complexa, era possível perceber a equipe da Resultados Digitais se dividir entre standes, câmeras, atender inscritos com problemas de interferência nos fones para ouvir as palestras simultâneas no formato de trilhas paralelas…

Além disso uma live show foi montada em um estúdio que misturava nostalgia e modernidade em uma Kombi onde eram feitas entrevistas ao vivo, com gravação para possibilitar aos inscritos e aos que não puderam comparecer, assistir depois.

Marketing Digital com Re$ultado – RD On The Road SP

Marketing de Influência

O papel do marketing é influenciar antes da decisão de compra. Vender na era digital não ficou mais fácil só ficou diferente. Entre outras coisas, com o marketing de influência:

  • Aumentam as oportunidades
  • O retorno é mais previsível e escalável
  • O número de leads qualificados cresce
  • A comunicação é direcionada e assertiva
  • A ascensão da marca e a visibilidade é um resultado tangível

A influência no marketing digital se dá de muitas maneiras. Posicionamento e identificação são duas delas. Se relacionar faz parte do marketing de influência que gera esse reconhecimento com a marca e resulta em engajamento com resultado. Por isso as marcas investem em pessoas que influenciam pessoas. No contexto pessoal, o acaso passa longe de pessoas que, estrategicamente se tornam influencers.

Agora vamos as questões práticas. Como fazer para atrair 97% das pessoas que estão na internet mas não estão prontas para comprar? É preciso saber a diferença entre “conteúdo rico” e “conteúdo grátis”. Como atrair o seu lead para trocar o contato dele pelo seu conteúdo? Com um trabalho sério e bem estruturado de Inbound Marketing!RD On The Road SP

Linguagem do Marketing Digital

Entender a linguagem digital é fundamental para acompanhar o mercado e a nova maneira de se comunicar nas redes. Eventos como o RD On The Road SP são gatilhos que oxigenam o cérebro com ideias e possibilitam aos presentes aprender sobre esse vocabulário universal do mundo online.

rdontheroad

Esses foram alguns (só alguns mesmo) dos termos usados nas palestras e esclarecidos naturalmente na fala dos profissionais que promoviam verdadeiras aulas, transmitindo o conhecimento para o público com maestria. Se você está em dúvida do que significa metade desses termos, está na hora de procurar profissionais que os entendam e os coloque em prática!

Métrica de Investimento vs Métrica de Vaidade

Saber medir o que os cliques na sua página e no seu blog estão te comunicando é um grande divisor de águas na sua produção de conteúdo. A quantidade de seguidores, curtidas, compartilhamentos, comentários e visualizações pode te trazer retorno financeiro sim, é verdade. Mas pra isso é preciso fazer o conteúdo certo, para a audiência certa, com a oferta certa, para gerar renda.

A métrica da vaidade pode parecer algo ‘estranho’ ao primeiro olhar, mas não é. A busca pelo equilíbrio entre entreter e educar está contemplada nela, que busca falar a língua do seu público e mais, da sua persona.

O número de seguidores e cliques diz muito sobre a qualidade do seu conteúdo e do seu posicionamento. Dentro da métrica da vaidade estão os números de acesso e tráfego que comprovam a eficácia da sua ação digital, o que não, necessariamente, significa venda.

A lógica do share of mind caminha para share of talk que fideliza no share of heart. “A imagem atrai, mas o conteúdo convence”, Carol Lima.

A verdade conecta as pessoas, fideliza e converte em credibilidade. Trabalhe o equilíbrio entre a métrica da vaidade como indicador da métrica do investimento com verdade e, alcance o share of heart.

Mas, cuidado, a métrica de investimento nem sempre será medida pela métrica da vaidade. Sem diminuir em nada o que foi dito até aqui, o cuidado que se deve tomar é quanto as estratégias. Um exemplo prático apresentado no RD On The Road SP foi o case em que dois vídeos, com o mesmo número de visualizações, mas com estratégias diferentes, rendeu R$ 1000 para um e mais de R$ 6000 para o outro, no mesmo espaço de tempo. Ficar admirando a quantidade de visualizações sem uma ação efetiva não paga contas!

Vídeos – Esteja entre os primeiros – Métrica do Engajamento

Os vídeos são ferramentas incríveis que trazem retorno, mas é preciso fazer com estratégia, como todo conteúdo.

Quando uma empresa se propõe a ter um canal no Youtube é preciso saber a diferença de ser um youtuber e ser um canal empresarial no Youtube. Em outras palavras, significa dizer que é preciso adaptar o conteúdo para sua persona. Se cabe piada ou esquetes cômicas, isso vai fazer parte de um planejamento.

Faça um roteiro. O roteiro deve estar no planejamento. “Sem estratégia seu vídeo é só mais um”, Camilo Coutinho.

Camilo Coutinho

O método do funil também é usado estrategicamente para vídeos. Otimize seus vídeos e aprenda a ranqueá-los para que sejam os primeiros da lista. Como? Use as ferramentas que a mídia disponibiliza. Tags e descritivos são premissas básicas para ranqueamento. O comentário promove mais engajamento do que a visualização. O like é ótimo, mas o deslike também ranqueia, então não sofra tanto.

Aumente seu alcance com legenda nos vídeos. No Brasil mais de 8 milhões de pessoas tem deficiência auditiva. Sem contar as pessoas que muitas vezes querem ver o vídeo sem deixar de ouvir música ou estão em algum lugar que por alguma razão o áudio precisa estar ‘mudo’, mas com legenda no vídeo é possível ter acesso ao conteúdo. Atenção! Legenda NO vídeo é uma coisa, DO vídeo é outra.

Marketing de Conteúdo & Marketing de Relacionamento

Para ser bem feito, um só é possível com o outro. O marketing de conteúdo se abastece do marketing de relacionamento. Para saber o que produzir, é preciso se relacionar; Com o tema, com o assunto, com as personas que se interessam e vão consumir seu conteúdo. Fazer uma boa pesquisa para identificar fatores internos e externos que influenciam é fundamental para saber como aquele conteúdo pode ou vai impactar a imagem da empresa. “Nunca desconsidere o contexto. O público não consome marca e sim o que ela representa”, Vitor Peçanha.

É a conexão conteúdo – relacionamento – impacto – posicionamento – imagem! Empresa – persona- influencer! Ah! Se seu conteúdo tem mote sazonal, garanta que a publicação seja feita on time.

Para o marketing de conteúdo trazer resultado a “fórmula secreta” é: testar, se relacionar, ter personalidade. Errar, e testar de novo, até acertar. Claro que existem mecanismos para acertar mais. “Diversifique o formato do seu conteúdo de acordo com o que a sua persona consome”, André Siqueira. Ferramentas e profissionais estudam e buscam novas tecnologias de resultado a todo momento. Esse evento e quem participa deles, como a Santa Fé/FALOMI, são exemplos que resumem como essas empresas estão na busca por resultados assertivos.

Pode parecer estranho, mas foi dito no evento que “o bom profissional de marketing tem mais perguntas do que respostas”. O cliente pode até estranhar, afinal, quer respostas. Mas o profissional precisa entender que o papel do marketing de conteúdo é ajudar pessoas a resolver problemas e isso se faz com marketing de relacionamento. Em outras palavras, um está conectado ao outro. “Quando você acha que tem resposta pra tudo, vem o mercado e muda a pergunta”, Romeo Deon Busarello.Vitor Peçanha

Como o conteúdo vai atingir o objetivo

Um dos objetivos do marketing de conteúdo é educar e informar. Quando a pessoa busca informação, muitas vezes ela ainda não está pronta para comprar, mas se propõe a buscar um conteúdo que some e faça sentido pra ela. Nesse momento, automaticamente seu conteúdo deve despertar o interesse de se relacionar; ser o gatilho para ela querer compartilhar. Quando o conteúdo faz sentido, a educação se dá naturalmente. É uma via de mão dupla. “A comunicação é a sua mensagem depois que é interpretada”, Vitor Peçanha. 

Saber como usar um e-mail marketing para que funcione e gere resultado. Aprender a converter leads em leads qualificados. Conquistar alcance orgânico. Obter êxito no reconhecimento da sua marca. Consolidar valor. Fazer pesquisa. Mind-Talk-Heart!

Ir a fundo em questões humanas, como estudar um básico de pareidolia e o que isso pode interferir nas suas ações de marketing, são patamares que, apesar de toda inteligência artificial que auxilia o marketing digital, o conteúdo robótico ainda não consegue alcançar! Se você quer converter, se você quer resultado, você precisa entender de pessoas. 

O conteúdo só vai chegar ao objetivo se for feito com qualidade. Exige empenho, esforço, pesquisa e testes. Adequações, mudanças, atenção as particularidades. Personalidade, técnicas, métricas e equilíbrio com o fator humano. O que comunicar, para quem comunicar e o que se pretende atingir. “Se você não entende de pessoas, você não entende de marketing”, Vitor Peçanha. 

Resultado na Santa Fé/FALOMI – pós  RD On The Road SP

  • Mente fervilhando de ideias
  • Perspectiva do que podemos melhorar
  • Sensação de que estamos no caminho certo
  • Reflexão do que já está sendo feito na agência
  • Conteúdo e troca de conhecimento com a equipe
  • Colaboradoras motivadas
  • Interatividade e tecnologia diretamente relacionada aos valores humanos
  • Certeza de que é preciso fazer marketing digital levando em conta o fator humano
  • Consciência de que há muito aprendizado ali, mas que também ainda há muito a aprender